2 anos sem Clarindo

Ultra ciclista vive em cada pedal

Clarindo Lenda 1.jpg

No segundo aniversário do acidente que interrompeu a trajetória fantástica do Ultra ciclista Claudio Clarindo, não faltaram manifestações para relembrar a vida do ciclista. Ações como o lançamento extraoficial do Dia 25 de Janeiro como Dia Nacional de Atenção ao Ciclista, a realização do 2º Pedal por Clarindo e diversas manifestações nas mídias sociais, ajudaram a manter vida a memória do atleta e o clamor por justiça.

Em janeiro de 2016, uma trágica notícia devastou toda a comunidade ciclística brasileira e internacional. O ultra ciclista Claudio Clarindo, atleta Shimano, Specialized, Garmin e Volvo, havia falecido, vítima de atropelamento enquanto treinava na Rodovia Rio-Santos. Em plena atividade esportiva, Clarindo foi morto por um motorista displicente e imprudente. Além de Clarindo, outro ciclista, o Jacó Amorim sofreu lesões gravíssimas, porém sobreviveu. Mas nunca, em nenhum momento de sua difícil recuperação, recebeu sequer um telefonema do atropelador para saber se estava bem ou se precisava de algum suporte. 

Clarindo Lenda 2.jpg

Imediatamente, uma gigantesca massa de ciclistas profissionais, amadores, entusiastas, fãs do esporte e de muita gente ligada a bicicleta, sofreu um grande baque e veio às mídias sociais para mostrar solidariedade e muita tristeza. Era difícil acreditar que justamente o Clarindo, único ciclista latino-americano (e um dos poucos no mundo) a completar 5 vezes a temida prova Race Across America, estava morto. Justo ele: ídolo, herói, indestrutível. O que fazer agora que nosso herói do ciclismo estava morto. A verdade é que heróis de verdade não morrem. Lendas nunca morrem e por isso continuamos celebrando a memória e o legado de Claudio Clarindo.

Dia Nacional de Atenção ao Ciclista

A ideia foi lançada: uma data oficial para chamar atenção de todos, motoristas, motociclistas, ciclistas e pedestres, quanto à necessidade de uma maior atenção e cuidado aos ciclistas que utilizam ruas e estradas para treinarem e se locomoverem. A data proposta, 25 de janeiro, coincide com a data do acidente de Claudio Clarindo. Conscientizar e educar para poder cobrar e aos poucos mudar a cultura.

2º Pedal por Clarindo

O Pedal por Clarindo é uma singela homenagem criada pelo ciclista de Miguel Pereira, RJ, Marcos Oliveira, um declarado fã de Clarindo. A homenagem consiste em uma pedalada de mais de 450 KM saindo de Miguel Pereira, RJ, até a Ghost Bike do Clarindo na Rio-Santos. A pedalada é aberta para participação de qualquer pessoa com um pouco de preparo para encarar a desafiadora distância de mais de 400km de pedal. Este ano Marcos partiu de Miguel Pereira no dia 22 de janeiro e foi acompanhado por outros 5 ciclistas que se juntaram a ele durante o percurso. Um destes ciclistas era o próprio filho de Claudio Clarindo, o jovem João Clarindo de 14 anos.

"A homenagem é linda, ver o pessoal pedalando, conversando e se conhecendo é incrível e tudo isso em prol do Clarindo um cara que pra alguns como o Marcos foi um ídolo e para mim, um pai, um herói. Saber que tem pessoas lutando para que seu nome não seja esquecido é gratificante demais! Cara a sensação de pedalar ontem foi imensurável, ainda mais ao lado do Marcos, o grande guerreiro dessa homenagem." Contou João.

" Foi a primeira vez que realmente pedalei na estrada e fazer isso em homenagem ao meu pai foi indescritível, acho que isso só me aproxima cada vez mais do ciclismo de estrada, e eu só tenho a agradecer a todos que estavam envolvidos nessa homenagem e principalmente ao Marcos Oliveira!", concluiu o jovem Clarindo.

Marcos Oliveira e João Clarindo

Claudio Clarindo virou tema de um documentário chamado ‘Black Bull de Costa a Costa’, dirigido por Gabriel Rodrigues. O filme mostra os bastidores da 5ª e última participação do Clarindo na RAAM – Race Across America.