Lucas Borba no tira teima do DHU

Quem vai levar a melhor no Downhill Urbano?

Prova é patrocinada pela Shimano

332153_769696_lucas_borba___rodrigo_philipps_web_.jpg

Santos (SP) - O piloto catarinense Lucas Borba está entre os favoritos ao título da 16ª edição da Descida das Escadas de Santos, tradicional prova de Downhill Urbano (DHU) realizada neste fim de semana no Morro do Pacheco. Vice-campeão em 2016, apenas nove centésimos de segundo atrás do eslovaco Filip Polc, Luquinha - como é conhecido - tem chance de por fim a um jejum de nove anos sem título de um brasileiro na corrida. O último ciclista do País a vencer a disputa foi Wallace Miranda, bicampeão em 2008 e 2009. De lá para cá, Polc triunfou em seis oportunidades, enquanto Mario Jarrin (EQU) faturou em 2011 e Javier Guijarro (ESP) é o detentor do título na atualidade.

"Nesta tradicional prova sempre há brasileiros batendo na porta. Wallace Miranda, Gabriel Giovannini, Silvio Felix. O Wallace já foi campeão em duas edições, entre outros brasileiros também em anos anteriores. Esse tipo de desafio sempre nos faz crescer. Os pilotos estrangeiros são fortes e só temos a ganhar com o alto nível, porque vamos competir ainda com mais vontade de sermos rápidos, usando técnicas novas", conta Luquinha, que utiliza o grupo Shimano Saint na sua bike de downhill. 

"Conheço os atletas estrangeiros confirmados. O Mario Jarrin é um nome tradicional no evento e já foi campeão anteriormente. Ele sempre está ali, entre os melhores. O chileno Pedro Ferreira acredito que é a primeira vez em Santos. Um cara muito bom, já teve vitórias em várias provas tradicionais de DHU em outros países. E, por fim, teremos os espanhóis, que detêm o título atualmente. Sempre são fortes, por toda a excelente estrutura com que contam lá na Europa", complementa o ciclista integrante do Shimano Sports Team.

A prova na Baixada Santista reunirá os melhores pilotos do País e do mundo. Participam da corrida 80 competidores de cinco diferentes nacionalidades: Brasil, Chile, Colômbia, Espanha e Equador. A pista que será percorrida pelos pilotos conta com extensão de 600 metros e um total de 514 degraus, repleta de obstáculos e adrenalina. O desnível do trajeto é de 143 metros, o que equivale a um prédio de 45 andares. 

"O DHU de Santos sempre é esperado por todos nós, tradicional e muito conhecido. É uma prova de nervos, difícil, e com vários atletas com bastante vontade e gás para esse desafio. É uma corrida única, percurso único. Temos que treinar e nos adaptarmos com algumas situações parecidas, porém, não conseguimos nada muito semelhante como as escadarias do morro do Pacheco. É uma prova complicada, mas sempre vamos para dar o melhor possível", avalia.

Na tarde desta sexta (2) e manhã de sábado (3) estão marcados os treinos livres da Descida das Escadas de Santos, enquanto o classificatório será na tarde do segundo dia, às 16h. Já na manhã do domingo (4), com transmissão ao vivo do Esporte Espetacular, da Rede Globo, serão realizadas as semifinais, com os dez melhores classificados, às 10h, e as finais, logo em seguida, às 11h, com os cinco melhores pilotos.

Shimano patrocina o tradicional evento de Santos - Após apoiar a competição há alguns anos, a Shimano será patrocinadora do evento pela primeira vez e também será a responsável pelo serviço de Suporte Neutro, apoio mecânico aos ciclistas independentemente das marcas com que suas bikes estejam equipadas.

Circuito do Boa Vista - O experiente ciclista Ricardo Pscheidt (Trek/Shimano) tem mais um compromisso neste próximo fim de semana. Pscheidt disputará a 51ª edição do Circuito do Boa Vista de Ciclismo, em Joinville (SC), uma das mais tradicionais provas de ciclismo de estrada do País. "Apesar de eu ser um atleta do mountain bike, gosto muito desse tipo de corrida. E depois de alguns anos volto a competir essa prova com uma motivação extra, porque Joinville é a cidade que represento há 14 anos nos Jogos Abertos de Santa Catarina. É uma boa oportunidade para pegar ritmo para as próximas disputas de MTB que estão por vir", define Pscheidt, que terá sua bike equipada com o grupo Shimano Ultegra. 

Marathon Cup - Caçula do Shimano Sports Team, a ciclista Giuliana Morgen tem neste domingo mais um desafio, após vencer a Taça Brasil de XCO, no último fim de semana. Giuliana disputará a etapa de Simões Pereira (RJ) da Marathon Cup. A atleta está inscrita na super elite feminina e terá pela frente três voltas em um circuito de 12 km. "Espero que esta corrida me dê bastante bagagem para servir de experiência e aprendizagem no futuro", destaca Giuliana.